Normas para Defesa

 

SEÇÃO VIII – DA DEFESA DA DISSERTAÇÃO OU TESE

 

Art. 41 – A comissão examinadora da dissertação ou tese será constituída  de acordo com as alíneas  h) e i) Art. 9º deste Regimento sendo presidida pelo mais antigo professor da banca oriundo da FEPAR.

Art. 42 - O julgamento da dissertação ou tese compreenderá duas etapas: explanação pelo candidato e argüição pelos examinadores.

            Parágrafo 1º - A explanação pelo candidato, no prazo e até trinta minutos, versará sobre o assunto da dissertação ou tese e compreenderá o objetivo do trabalho, material, montagem dos métodos, resultados, comentários e conclusões, além de referir e justificar as falhas de reconhecer existentes, apresentar sugestões para continuação da investigação e expressar o valor da linha de pesquisa utilizada demonstrando também com essa explanação sua capacidade didática. Corresponderá esta etapa ao exame de qualificação exigido no Art. 35º e seu Parágrafo único.

            Parágrafo 2º - Na explanação o candidato poderá empregar meios audiovisuais e outros recursos que julgar convenientes para melhor apresentação do seu trabalho.

            Parágrafo 3º - Na etapa da argüição, será concedido a cada examinador um prazo de vinte minutos para proceder apreciações críticas e perguntas em torno do assunto da dissertação ou tese e igual prazo para resposta do candidato.

            Parágrafo 4º - A critério do presidente cada examinador poderá prorrogar o seu prazo ou voltar a argüir o candidato.

            Parágrafo 5º - O prazo total da argüição será de até duas horas para mestrado e de até quatro horas para doutorado, eventualmente prorrogado por mais meia hora, a critério do presidente da banca examinadora.

Art. 43 - O orientador da dissertação ou tese poderá prestar informações quando solicitadas por qualquer membro da comissão julgadora, desde que haja  interesse em esclarecimento.

            Parágrafo único – As informações, explanações ou o próprio mérito do orientador não serão considerados na avaliação da dissertação ou tese do candidato.

Art. 44 – O critério de julgamento da dissertação ou tese fundamentar-se-á na metodologia científica valor intrínseco do        do trabalho, capacidade de explanação didática e defesa do candidato sobre o estudo realizado.

            Parágrafo único - Para a avaliação da tese de doutorado, além do disposto no caput deste Art. Será considerada a contribuição original e significativa que o trabalho representará a área de estudo em que for desenvolvido.

Art. 45 – Cada examinador atribuirá à dissertação ou tese defendida uma nota zero a dez.

Art. 46 – Será considerado aprovado o candidato que obtiver a média mínima de 7,0.

            Parágrafo único - Em caso de nota inferior a esta, o aluno poderá apresentar nova dissertação ou tese para defesa.

Contato / Localização

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRINCÍPIOS DA CIRURGIA

 

  • Alameda Algusto Stellfeld, 1980
    Bigorrilho - Curitiba / PR
    CEP: 80730-150
  • Fone: +55 41 3240-5488
  • E-mail: ipemppg@fepar.edu.br

Hora Local

Sábado, 29 Fevereiro 2020

Previsão do Tempo

Trovoadas

27°C

Curitiba

Trovoadas

Umidade: 65%

Vento: 33.80 km/h

  • 03 Jan 2019

    Trovoadas 30°C 21°C

  • 04 Jan 2019

    Trovoadas 28°C 20°C

Topo